Cirurgia Plástica

IMPLANTE

Hoje os implantes são uma das melhores opções para quem perdeu algum dente. Realiza-se em qualquer pessoa depois da puberdade, desde que não tenha algum impedimento de ordem médica. Às vezes existe falta de osso suficiente para colocação dos implantes, mas hoje em dia se dispõem de diversas técnicas de enxertos ósseos, que resolvem a maioria dos casos. A perda dos dentes é um fator que, além de piorar a estética bucal, cria uma desordem no arco dentário, causando um desarranjo dos outros dentes, que migram (mudam sua posição original), numa tentativa de fechar os espaços criados pela perda de um ou mais elementos dentários. Desta maneira há uma piora na mastigação fazendo com que se sobrecarreguem os dentes remanescentes, a musculatura facial, a articulação Temporomandibular, podendo interferir também na fala. Os implantes são feitos de titânio, um material largamente utilizado na Ortopedia, de eficiência comprovada, e não oferece rejeição orgânica. O índice de sucesso dos implantes é de 90% nos maxilares superiores e mais de 97% nos realizados na mandíbula. Depois de realizada a Cirurgia do Implante segue-se um período que varia de 04 a 06 meses que é o tempo necessário para a osteointegração, quando o organismo forma osso em volta de todo o implante prendendo-o ao tecido ósseo. Durante este período o paciente usará uma peça provisória para manter as funções Estéticas e funcionais.